Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Desafio dos 30 dias - dia 15 - tema livre

dia 15 - tema livre
Excursões gastronômicas de janeiro

Foi fácil escolher o tema livre: todo mundo me diz que eu devia escrever sobre comida, e eu sempre digo que prefiro comer a falar sobre ela, mas dividir alegrias é legal também. Só estou incluindo os que valeram a pena, foram gratas surpresas ou valem sempre a visita.

O forno do padeiro – um português bem simpático, com ladrilhos hidráulicos originais (e um pouco encardidos, devo confessar) e uma padariazinha no corredor ao lado da entrada. Você entra e pensa, que legal, vou levar uns pães quando sair, mas como dali a duas horas você comeu toda a produção de bacalhau do mundo, não tem nem energia para sequer pensar em pão. Enfim, a dita produção de bacalhau é bem servida e feliz. Nós comemos Bacalhau ao forno, tomamos vinhos brancos Carmen (Chadornnay e Sauvignon Blanc) e voltamos para casa para dormir de tanto comer.


Sinhá – um restaurante de almoço com buffet e preço fixo. Saladas variadas e bem temperadas, chips de abobrinha perfeito, pimenta para a feijoada igualzinha à da sua mãe, churrasco servido por um argentino que coloca chimichurri na carne e além de tudo tem tiramisu de rapadura de sobremesa. Achei o espresso meio aguado, mas fez minha quarta-feira muito mais gostosa comer lá. Viver em São Paulo é isso.


PJ Clarke’s – eu adoro o brunch, que tem waffles, tem panquecas com a calda deliciosa de frutas vermelhas (a mesma do cheesecake pela qual o restaurante é famoso), um suco de melancia com gengibre que é de morrer de alegria e um esquema coma até você conseguir. Pra falar a verdade eu adoro os hambúrgueres também, mas brunch pra mim é a refeição perfeita. Vale cada centavo.


Deli Trio – dois passos do Baruk, um dos meus restaurantes favoritos no mundo, tem a melhor sobremesa do universo. É uma torta de banana, mas eu quase não quero dizer isso porque a imagem da torta de banana que você tem na cabeça não tem nada a ver com o que é servido ali. É uma alegria sem fim feita de chocolate, doce de leite, uma massa de biscoito bem fininha, chantilly e bananas. A comida é uma delícia (esquema de buffet e preço fixo), mas de verdade, a gente quase não quer comer muito pra poder comer sete pedaços da torta. É na Vila Olímpia.


Picnic Gastronomia – também na Rua dos Pinheiros, assim como o Sinhá, foi descoberto na excursão de almoço do trabalho. Muito bonitinho, esquema de buffet a preço fixo com opções gostosas e saudáveis (ontem tinha um peixe com banana e cebola caramelizada muito bom) e um ambiente muito agradável. Não adorei as sobremesas (nem o brownie, que aparentemente era uma marca registrada do lugar), o que pode ter sido uma bênção...


Sí Señor – tenho quase vergonha de incluí-lo em janeiro, porque ainda é dia 15, e vamos conversar, ele vai estar presente mensalmente. A gente pede três pratos de uma vez, toda vez. E come cada migalha. (Chili com carne, tacos de carne e ou tequila camarones ou guacamole). Acho as bebidas caras, mas também, desacostumei a beber junto à comida, então não me faz muita falta. E o chopp é muito bem tirado.


Sofá café – foi eleito o melhor numa lista de cafés da cidade, e o espresso é um dos mais bem tirados que eu já tomei, realmente. O pacotinho de café da manhã também é bem simpático, tem uma broa, espresso e um acompanhamento por 6,50, um waffle com nutella que te faz pensar em tomar aquele café da manhã todo dia... O lugar é uma fofura, e as saladas com wraps valem muito a pena no almoço também. Visitei algumas vezes já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário