Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Desafio dos livros - dia 18 - um livro que você não consegue mais encontrar e você ama

Day 18- A Book you can’t find on shelves anymore that you love

Olha, pra falar a verdade, eu não consegui pensar em um livro que eu não tenha encontrado, que esteja esgotado. Quer dizer, esses da infância e adolescência são obviamente mais difíceis de achar, mas nada que um acesso ao Estante virtual não resolva, suponho eu. Aí pensei em um livro que eu não consigo encontrar AQUI, e ficou um pouquinho mais fácil fazer a gambiarra, quer dizer, pensar no que escrever.
E pensei em um livro que não entraria em outra categoria, provavelmente, de um autor que pouca gente conhece: Brian Andreas.
Eu nem lembro como o descobri. Só sei que há estórias dele que me dão um aperto no coração, e é um aperto bom, sabe, aquele que a gente sente quando gosta tanto, tanto de alguém que quase quer conhecer a pessoa de novo só para ter tempo de gostar mais ainda? ou de um momento que foi tão, tão feliz que te faz suspirar TODA vez que você pensa nele? Não sei se é um livro para crianças, para adultos, para adultos com problemas emocionais, para crianças muito maduras. Só sei que tenho três livros dele, e queria tudo tudo tudo que tem nesse site.

Esse aqui é um dos mais populares, e é fácil entender o porquê: (tradução livre): "Qualquer um pode matar um dragão, ele me disse, mas tente acordar todos os dias e amar o mundo de novo. Isso sim é o que denota um herói de verdade". Quem nunca...
E aí olha só que fofurice:

Decidindo que tudo está caindo em seus lugares perfeitamente contanto que você não seja muito específico sobre o que você quer dizer com lugar. Ou perfeitamente.

Entende porque eu tinha de enfiar o Brian Andreas em algum lugar nessa lista? Os meus foram trazidos por alguma alma boa que foi pros EUA há uns anos (eu, ridiculamente, fui uma vez só, aos 18 anos, quando não havia nem internet e minha mala voltou cheia de coisas tontas como pelúcias, moletons e cds, tudo que hoje é facilmente encontrado na 25 de março).

Trilha sonora do dia: All I want is you, U2. Se eu me casasse numa cerimônia acho que essa seria uma forte candidata a tocar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário