Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

quinta-feira, 17 de abril de 2014

O terrorista lírico, Cristovao Tezza

O terrorista liricoO terrorista lirico by Cristovão Tezza
My rating: 1 of 5 stars

Foi uma promoção Amazon/catraca livre, e era um dos mais bem cotados. a sinopse oficial é mais ambiciosa do que eu jamais descreveria: Publicado originalmente em 1980 e esgotado há décadas, "O terrorista lírico" é uma curiosa fantasia literária em torno da violência e do terror urbanos. Raul Vasquez, um pacato funcionário público apaixonado secretamente por uma vizinha, transforma-se num improvável terrorista que explode a cidade inteira, provocando no país um efeito dominó de destruição e pânico.

Este romance de formação de Cristovão Tezza, republicado agora na íntegra exclusivamente em edição digital, traz uma apresentação do escritor Miguel Sanches Neto. Nas palavras dele, o livro "teatraliza os sonhos de uma geração jovem que não se reconhecia no mundo herdado. Divididos entre a cidade corrupta e corruptora e os sonhos de uma vida diferente, os personagens deste romance optam pela solução radical".

"Romance alegórico, entre o humor e a tragédia, a literatura e a experiência, a cidade e o litoral, 'O terrorista lírico' também é o momento em que Cristovão Tezza começa a empreender a saída do universo ideológico em que se formou para construir uma obra madura, pessoal, em que o incômodo de viver não tem mais soluções messiânicas, devendo o indivíduo suportá-lo na solidão de sua própria incompletude.
Mesmo pertencendo a um período de formação, este livro guarda um frescor narrativo que nos encanta, deixando-se ser lido com vivo prazer."
(Da apresentação de Miguel Sanches Neto)
honestamente, só terminei porque era bem curto, tenho um pouco de TOC e achei que algumas partes, que eram promissoras, podiam se tornar mais significativas no final.
Só que não. O personagem funcionário público quase perturbado mentalmente e que não se encontra na sociedade, eu entendi. Mas toda vez que ele estava sendo explorado, eu começava a criar um senso de quem era o sujeito, a narrativa ia pra moça que sabe-se Deus porquê foi parar no apartamento, pro amigo não amigo que também podia ser um personagem bem legal... fiquei no vácuo, sabe?

View all my reviews

Um comentário:

  1. Nossa, tinha tanta propaganda e no fim não entregou o que prometeu! Isto acontece às vezes, é por isso meu hábito de ler resenhas. Aliás, sou meio louca mesmo, leio no skoob justamente as resenhas negativas, para saber o lado ruim de cada livro antes de comprar. Por mais que cada um tenha gostos diferentes, é sempre bom ouvir a opinião dos outros.

    ResponderExcluir