Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

terça-feira, 26 de agosto de 2014

teaser Tuesday, temperinho da terça - The story behind us, A distância entre nós, T. Umrigar

Tomorrow. The word hangs in the air for a moment, both a promise and a threat. Then it floats away like a paper boat, taken from her by the water licking her ankles. It is dark, but inside Bhima’s heart it is dawn.

Amanhã. A palavra paira no ar por um momento, promessa e ameaça. Então flutua para longe como um barco de papel, levado para longe pela água que lambe suas canelas. Está escuro, mas dentro do coração de Bhima é amanhecer.

3 comentários:

  1. Ué, eu li esse livro, mas na minha edição ele se chamava "The Space Between Us". Deve ser um daqueles casos de títulos diferentes na Inglaterra e nos EUA, que só servem pra confundir. Não gostei muito, não, cê tá gostando? Dela eu amei o "The Weight of Heaven", mas demorei um tempo pra querere lê-lo, porque é sobre um casal que perdeu um filho pequeno. Como mãe, me deu até um arrepio na espinha a primeira vez que eu li o blurb desse livro, e pus de volta na estante. Mas depois, um outro dia, eu acabei pegando de novo e sentando com ele, e tomando café, e acabei comprando. Não me arrependi, apesar de ser super trágico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já leu We need to talk about Kevin, da Lionel Shriver? eu não sou mãe, mas me apertou o coração do começo ao fim, por mil razões diferentes. Assim mesmo, acho que valeu, foi muito bem escrito, original, amo. Esse aqui foi o primeiro que eu li da Umrigar, e na verdade o qe eu queria ler era outro, esse estava só muito mais barato no kindle, rs. Não gostei muito não, foi só ok...

      Excluir
  2. Li e amei, e concordo com o aperto no coração. O que mais me chocou nele foi o quanto ela se arrependeu de ter sido mãe (apesar de nunca dizer isso com todas as letras), e a hipótese de isso ter afetado o filho daquele jeito. Achei um livro fortíssimo em todos os sentidos, como, aliás, costuma ser o tom dela.

    ResponderExcluir