Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Aventuras gastronômicas - Setembro

Embora tenha sido mês de Restaurant week, durante a dita cuja fomos à La Grassa, que eu amo com week ou sem week, e nas outras semanas fomos à outros lugares conhecidos: Lanchonete da Cidade, Tony Roma's, Le Repas bistrô, Nou, Bacio di Latte algumas vezes (poderia fazer um post só falando dos sabores. Nutelina, por exemplo, que tem PEDAÇOS de nutella no meio do gelato. Mas vou me abster, em honra da instrutora de Pilates que se ouvir isso me fará ir praquele aparelhinho desagradável fazer mais abdominais do que eu quero - que, no caso, é um por aula (parênteses dentro do parênteses: os que eu quero, não os que ela me faz fazer.)).
Assim, sem mais delongas, as novas aventuras gastronômicas de setembro foram:

Ruella Bistrô
Eu tinha altíssimas expectativas, porque o mundo inteiro (leia-se críticas gastronômicas) diz que é o lugar mais romântico da cidade. Verdade seja dita, é realmente muito bonitinho. Mas a questão é que estava um dia lindo, e eu adoraria ter sentado lá fora, o que não me foi permitido. Nos enviaram para dentro. O salão, fofamente decorado, não foi o suficiente para superar o fato de que os pratos não alcançaram nenhum tipo de crivo. Eu pedi um penne com camarões, que tranquilamente poderia ter feito em casa, e quem me conhece sabe que massa é a única coisa que eu faço porque de cozinheira não tenho nada. Ele pediu costelas, aparentemente fibrosas. Pedi também o drink ruella, que foi uma groselhinha um pouco infeliz. Para fazer o desempate, afinal não havíamos pedido muito do que é especialidade do lugar (só o drink), pedimos o creme brulèe de sobremesa. Veio quente por inteiro, líquido por dentro, igualzinho o primeiro (e único) que eu fiz há dez anos. Resultado: bonitinho, mas ordinário. Saí muito frustrada de ter gasto dinheiro e tempo ali.

Jardineira Grill
Rodízio muito bom, bem servido, atendimento rápido, carnes de boa qualidade, provavelmente voltaremos. Comete o pecado de todos os rodízios que eu conheço: as bebidas e as sobremesas, mesmo quando são boas, teriam de ser gourmet para valer o que são cobradas. Mas acerta no resto.

Esquina Mocotó
O Esquina Mocotó é ao lado do Mocotó, e supostamente dá espaço ao Rodrigo Oliveira para uma cozinha de autoria, escapando um pouco da tradição muito nordestina que era do pai dele e originou o Mocotó. O lugar é distante de nós (Vila Medeiros, nós estamos na zona sul) e a espera sempre longa (uma hora), mas eu sabia que valeria a pena. Comemos dadinhos de tapioca no balcão do Mocotó enquanto esperávamos, e no Esquina:
Dadinho de porco – clássico com linguiça defumada e salame
Bolinho de carne-de-sol com creme de requeijão
Nhoca – nhoque de mandioca com legumes, tucupi, cogumelos e queijo de cabra
Carne-de-sol (Angus Black) com baião-de-dois sertanejo
Bebi caipirinha de jabuticaba também, e o Rodrigo  Oliveira, fofo como sempre, estava lá sendo fofo* (*mentira, estava cozinhando, mas você entendeu, a cozinha é aberta e a fofurice dele pública).
Eu não amo carne de porco, quase não como. Por outro lado, o bolinho de carne de sol estava divino e o nhoque... Não consigo descrever o tal nhoca. Absolutamente perfeito, uma mistura sutil e deliciosa de tempero e sabor. Eu fiquei pensando num amigo, que estuda gastronomia, e como ele avaliaria o prato. Eu voltaria a pé só para comê-lo. (Já mencionei os 18 km de distância?)


Um comentário:

  1. Deu vontade de experimentar o nhoque...btw, V. Medeiros é do lado da casa da mamãe! Bjs

    ResponderExcluir