Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

www Wednesdays, QQQ Quartas, o que estou lendo

Should be Reading (fonte)

To play along, just answer the following three (3) questions…
• What are you currently reading?
• What did you recently finish reading?
• What do you think you’ll read next?


basicamente, Q Quartas, três perguntas com Q:


O que terminou de ler?
O que lerá em seguida?
O que você está lendo?

Terminei de ler The Young Elites, da Marie Lu. Detesto me decepcionar com livros. Eu gostei tanto da trilogia anterior (Legend, Prodigy and Champion). Esse livro, em compensação... deixa eu pensar como resumir: ele tem a heroína incompreendida, infeliz, que merece amor mas causa infelicidade, como a minha querida Juliet (de Shatter me, da Tahereh Mafi). Mas honestamente, eu não consegui gostar dela. Nem do Enzo, nem mesmo do Rafaelle (o herói e o 'amigo lindo', respectivamente). Eu não me lembro de todos os detalhes do X-man, mas me pareceu muito similar: jovens que passaram por uma febre estranha e acabaram com deformidades físicas de algum tipo (ela perdeu um olho e seu cabelo agora é prateado), além de um poder específico sobre os outros que pode ser mortal.
Além de tudo, tem um fim triste e horrível. Desculpe, mas não deu. Talvez tudo seja 'consertado' no decorrer da série (entendi que é uma série), mas eu não precisei de nenhum convencimento para me apaixonar pela June e pelo Day, e nem pela Juliette e seus dramas, e a vida é muito curta pra insistir em livros que acho que podem ou não ser legais.
Aí li Reconstruindo Amelia, da Kimberly McCreight, em uma sentada. (A manicure era especialmente lenta, mas ainda assim). Que surpresa boa. No começo eu achei que uma coisa tinha acontecido com a Amelia e era outra, (a sinopse não declara), e quase larguei o livro, porque era muito infeliz. Realmente é muito triste, mas muito bem feito, e mesmo com a questão novelesca de como tudo é revelado, a menina e a mãe são fáceis de provocar empatia. Levanta questões interessantes sobre a loucura sempre presente das pessoas, o mundo absurdo dos colégios e dos adolescentes - o bullying, as tribos, os dramas, - e o amor familiar verdadeiro. Bem legal.
Li Shopaholic to the stars, da Sophie Kinsella. Eu AMO Sophie Kinsella. Esse livro estava 'pre-ordered' há meses, e foi entregue no Kindle terça e eu estava 'guardando' pra hoje. Vamos lá:
parte boa: Becky Bloom (Brandon) é sempre Becky Bloom. Vergonha alheia total com as histórias dela, que ainda soam similares (ri alto com o hamster e com ela comparando Elinor com Darth Vader), e é sempre divertido. Parte ruim: termina num nada, num momento no qual estão todos indo fazer uma coisa importante - ou seja, no meio de algo, o chamado cliffhanger. E eu não sei quando sai o próximo livro, então achei isso bem imperdoável e desnecessário.
Isso dito, sem dúvida encomendarei o próximo, e apesar de ter lido no Kindle, esse é um livro que eu compro, porque precisa fazer companhia pros outros na estante. #soumalucaedaí

Estou lendo Mambo in Chinatown, o da Jean Kwok :), e Emoções reveladas, do Paul Eakman, o que inspirou a série Lie to me (na qual eu viciei nas férias). O problema desse é que eu comprei no kindle e, por causa das microexpressões, o bom é ler no ipad e não no kindle, então fica mais restrito porque só leio em casa e não com sono :P


3 comentários:

  1. Ai, o Amelia é ÓTEMO, né? Eu adorei. Me fez até chorar com aquela última página, coisa que eu não esperava de um mistério/thriller.

    Quando eu crescer quero ler rápido que nem você. Eu tenho umas amigas americanas que leem rápido assim também, e achava que era algum treinamento que eles tinham na escola lá. Aí descobri o seu blog, rs... sério, enquanto você lê uns 8 livros, eu leio um. Sigh...

    Sério mesmo que você ama a Shopaholic? Eu li o primeiro e odiei.

    Terminei de ler o Seven Sisters, da Lucinda Riley. É ruinzinho. Previsível, mal escrito. Sabe aquele autor de bestseller formulaico? O primeiro é divertido, mas no terceiro você começa a se questionar. Enfim, eu ganhei esse da editora. Agora tô pensando em ler Why be happy when you could be normal da Jeanette Winterson pra limpar o paladar. Também tô com os Cem Melhores Contos Brasileiros emprestado, li alguns, mas acho que não vai rolar. Contos definitivamente não são a minha praia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiii muitos comentários (a la Chandler Bing, vc assiste Friends?) Jura que você não gosta de contos? Eu acho que quando são bem escritos são sensacionais... (quando não, são realmente só frustrantes) Nunca, jamais, tirei o Venha ver o por do sol, da Lygia Fagundes Telles, da cabeça. Pra mim ele é uma história inteira, rs... E eu quero ganhar livros da editora, mesmo que ruins hahaha! E finally: eu detestei o filme da Shopaholic, mas felizmente, a essas alturas eu já tinha lido uns quatro volumes, e rido MUITO com as trapalhadas da Becky. Tem momentos desnecessários, I'll give you that, mas acho que a Sophie Kinsella achou um tom no qual eu senti que conhecia a personagem, o que é algo que me faz falta em alguns outros livros. A Jeanette Winterson veio de onde na sua vida? fui olhar na wikipedia, rs, e British writers sempre me interessam, mas tinha um episódio com um gato que eu não gostei hahaha. Last but not least: eu sempre li rápido, mas também tenho um problemão de esquecer rápido o que não é muito relevante (hence the blog), li milhões de livros há duas décadas que não sei te dizer nem sobre o que são rsrs... acho que hoje leio 'melhor'.

      Excluir
  2. Amava Friends, assisti inteiro na época. Contos... li pouquíssimos na vida e nenhum me marcou. Não adianta, eu prefiro me afundar num romance. Jeannette Winterson... não sei como ela foi parar na minha wish list. Nunca li nada dela. Deve ter sido recomendação de alguém com gosto parecido com o meu no goodreads. Eu sou viciada no goodreads. TUDO que eu leio eu vou lá ver o que as pessoas acharam, depois fico comparando meus livros com as pessoas que concordaram comigo... eu perco horas lá. Se eu passasse esse tempo todo lendo livros, terminaria bem mais rápido, rs... mas no fim não comprei o livro dela, não estava muito a fim. Parece ser ótimo, mas um pouco deprê demais. Talvez outro dia. Acabei comprando What she Left Behind da Ellen Marie Wiseman. Ficção histórica sobre doenças e instituições mentais nos anos 30. Quase nada deprê, rs...

    ResponderExcluir