Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

tag literária - Quem é você?

Você é o personagem principal do último livro que você leu. Quem é você?

Who Are You?

Eu sou Janina Bauman (na verdade, Janina Lewinson), do livro Inverno na manhã, uma jovem no Gueto de Varsóvia. Janina publicou um livro com suas memórias da época, quando, judia não praticante, viveu alguns anos fugindo dos piores horrores da guerra. Sobreviveu relativamente com sorte (ficou o tempo todo com a mãe e a irmã, não sofreu abusos físicos, sexuais ou foi enviada para campos), mas presenciou todo o absurdo e a infinita tristeza que a época trouxe, perdendo quase toda a família estendida (fiquei muito triste com algumas das pessoas), passando semi fome por vários anos e, embora narrando tudo com muita leveza, vivendo coisas que jamais havia imaginado.
Esse livro me foi emprestado, e li numa tarde. Não há erros de linguagem, embora tenha me irritado com a maneira como os pedaços de enciclopédia são colocados (com reticências no meio do texto) e com as ocasionais separa-ções no meio das linhas que denotam os erros de revisão que escaparam. Não é suficiente para deixarmos de pensar na Janina - e não foi o suficiente para que eu não fosse pesquisar o que aconteceu com ela depois da guerra, e ficasse feliz de saber que ela morreu aos 83 anos, deixando três filhos, em Leeds, na Inglaterra, deixando também um marido que fuma cachimbo e patrocina bolsas de sociologia na universidade da cidade. Muito pouco, considerando a quantidade de pessoas que perderam suas vidas e esperança naquele período, mas ficaria muito triste em saber que o tom leve e sem julgamento que ela usa no livro todo não havia sido recompensado com alguma felicidade.
Em tempo: o marido dela é Zigmunt Bauman, famoso pelo "amor líquido" e um velhinho absolutamente adorável, que você encontra em milhões de vídeos.

2 comentários:

  1. Fiquei interessada em Inverno a Manhã, vai para minha lista de livros a comprar! Adoro livros com toque de história real, com tom de diários, que falem sobre a vida durante a guerra e este parece se encaixar perfeitamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, esse é EXATAMENTE isso! Espero que você goste :)

      Excluir