Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A Letícia lê - semana 15 - Vale a pena ler de novo - Harper Lee, O sol é para todos

HARPER LEE To Kill A Mockingbird quote Literary by PoetryBoutique, $9.00

Eu fui reler To kill a mockingbird, porque saiu um livro novo da Harper Lee, que está velhinha e cujo único livro foi esse.
Aparentemente o livro novo é uma sequência, contada do ponto de vista da Scout, a protagonista que nesse livro tem 6 anos, talvez 7 - está indo para a escola pela primeira vez -  e narra a vida na cidade minúscula, os vizinhos e a dignidade que o pai carrega nesse verão no qual defende um negro, acusado de estuprar uma jovem filha de brancos, e sofre preconceitos de muita gente da cidade por isso, já que se partiu do pressuposto que essa defesa sequer valeria a pena.
Ou seja, eu li o livro e conhecia a história havia anos. E eu me lembrava, pra variar, pouco dele. Lembrava do Atticus Finch, o pai advogado, lembrava que a história era bem contada, lembrava que a protagonista era uma menina moleca, lembrava que tinha a ver com preconceito. À medida que fui lendo, me lembrei de algumas outras coisas - que a tia era toda certinha, que Scout gostava de ler e era precocemente alfabetizada, a vizinha com a qual eles se meteram e que era uma velhinha corajosa, embora cruel, o vizinho sobre o qual eles inventavam lendas infinitas - quem nunca...?
Mas como sempre, o que eu não me lembrava era o mais legal: fiquei chocada com algumas partes ** (vou colocar o spoiler aqui embaixo, se vc não quiser não lê), como se fosse a primeira vez que eu lia. Ri sozinha com as partes fofas, do tipo a Scout superalfabetizada e deixando a professora sem chão com sua falta de traquejo socialmente aceito - assim como sua vontade de acertar, quando mais tarde enfrenta quase sem querer o grupo na frente da delegacia falando com Walter Cunningham. Achei que Jem virou garoto enxaqueca meio cedo, considerando o ambiente, mas entendo que adolescentes são adolescentes, mesmo numa cidade perdida do sul, mesmo com tanta coisa mais importante que eles mesmos acontecendo.
Veredito: de qualquer modo, é daqueles livros gostosos de ler, que valem a pena porque ela é uma excelente contadora de histórias - o melhor tipo de escritor que há, não é mesmo?


On our common humanity:

Eu acho que só há um tipo de pessoa. Pessoas.



"One does not love breathing." - To Kill a Mockingbird

"Até que eu tive medo de não poder fazê-lo, eu nunca amei ler. A gente não ama respirar." (a professora, Miss Caroline, assustada com o fato de que Scout já sabe ler, tenta proibi-la de fazê-lo, dizendo que claramente o pai a ensinou de modo incorreto e ela fará de tudo para 'consertar' o que foi feito, enquanto Scout nem sabe o que dizer, já que aprendeu sozinha).

** chocada com o veredito unânime. Tipo, jura? achei que ele havia pelo menos feito uma cosquinha naquele povo.
** chocada com o fim do Tim Robinson. Achei muito triste, e achei que ele haveria de terminar de modo diferente.
** chocada com o extremo ao qual Ewley chegou. E com o fato de Dill ser um loroteiro. E com o fato de que não há nenhuma menção nunca à qualquer mulher que pudesse substituir a mãe de Scout e Jem.

Um comentário:

  1. Vim aqui procurar esta resenha porque tinha uma vaga lembrança de ler algo sobre o livro aqui no blog. Terminei de lê-lo recentemente e fiz resenha também. Esse livro é bom demais não é mesmo? Eu também fiquei chocada com o resultado do julgamento e a morte de Tom. De repente, perdi as esperanças com o livro, mas aí ele me surpreendeu no final, fiquei chocada. Ah, e uma coisa que você observou e eu não: nem se fala em outra mulher para Atticus! Vamos ver o mais novo livro dela que lerei em breve. Abraço!

    ResponderExcluir