Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Andanças de agosto

Vamos lá:
esse mês:

eu fui várias vezes ao food park que abriu (felizmente) na esquina do trabalho, Piknik Faria Lima, e tem diversas opções bem legais. Tem um horário que lota, porque há muitos prédios comerciais à volta, mas logo dá uma esvaziada e o espaço é supergostoso. Já comi hamburguer em mais de um lugar, churros, bolo no palito (SENSACIONAL), brigadeiro, sanduíche de pernil, torta de maçã... superaprovado. Espero que não saiam de lá jamais. A única ressalva, mas é totalmente pessoal, é que nem todos os trucks aceitam o Ticket Restaurante da firrrrmaaa, o que é irritante. Mas a gula fala mais alto.

voltei a lugares que eu adoro (Cupcake Ito, Meat Choppers, Si Señor, Chianti Chocommelier, Le pain quotidien, Al Arabe)

conheci o Sujinho, na Consolação, tipo um clássico da cidade. D. absolutamente amou a tal costela bovina, que era um prato para homens das cavernas. Eu achei o meu prato (acho que era fraldinha, não me lembro, o que já é bem sintomático) beem mais ou menos. Ou seja, se voltarmos, é pela síndrome carnívora dele.

Eggs Comfort food - comi os ovos beneditinos, estavam incríveis e pra quem adora, sem dúvida são uma ótima pedida. É meio longinho, mas voltaria tranquilamente, porque valeu bem a pena.

A Torteria - que decepção. Eu achei a ideia superfofa (tortas salgadas e doces, as primeiras com saladas, ali na Fradique Coutinho) e seguia o instagram deles esperando a oportunidade de uma amiga com vontade de explorar o bairro. Surgiu, fomos... torta do dia meio borrachenta, com a beringela que parecia queimar a língua, a torta seca, a salada sendo as folhagens, e a torta que mais me havia atraído (e ficam todas descritas numa lousinha, a propósito), de caramelo, chocolate e flor de sal, não estava disponível. Comi a torta salgada e não fui atraída pelas doces que estavam lá; em vez disso, fui ao Chianti Chocommelier ser muito feliz com o chocolate com cafezinho mais perfeito do universo. Tchau, torteria.

Bonagastro - pelo contrário, uma ótima surpresa. Comi o risoto de abóboras, queijo de cabra e manjericão, honesto e muito saboroso. Lugar agradabilíssimo e serviço ótimo. Merecerá várias visitas. (Além de tudo, ao lado da Fnac!)

Sim, pra variar, só comi nessa minha vida. Eu nado, já contei? Mal, no caso; mas frequentemente:  Nesse mesmo mês de agosto, o Swarm me contou que fiz 55 minutos de natação 12 vezes. Só isso faz com que eu não aumente um número de roupas por mês (só por ano). Mas gente, comer (bem) é muito feliz, né? E eu gosto de ser feliz.

Então até as próximas andanças!


Um comentário:

  1. Haha! Só por ano é ótimo. Pelo menos você come em lugares diferentes, pior sou que como sempre nos mesmos e ainda aumento um tamanho por ano.

    Peraí, qual é o romance de guerra que você leu no mês passado? Elabore, por favor. Bom? Tô lendo o novo do Marcelo Paiva, cê leu? Tô gostando.

    ResponderExcluir