Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Andanças

Achei melhor entrar com o Andanças agora, porque a peça por exemplo está na última semana...

fomos ao teatro ver Medida por medida, no SESC Vila Mariana. Há alguns atores mais conhecidos, como Thiago Lacerda, Giulia Gam, mas vou ser honesta e dizer que há outros desconhecidos que roubam a cena completamente. É uma comédia ótima, e boa pra sacudir a gente da coisa hollywoodiana de explodir carros e o cenário ser mais relevante do que o cara no canto do palco. Em cartaz até 31/01.



Fomos também ver o filme O novíssimo testamento, que acabou de estrear. Embora o trailer tenha sido mais engraçado que o filme em si, que acaba sendo mais reflexivo e mórbido, valeu ter ido - e valeu a pergunta: O que você faria diferente se soubesse EXATAMENTE quanto tempo de vida te resta? E afinal, quem pode te dar essa certeza?


3 comentários:

  1. Fico com inveja ao perceber que vocês têm tantas opções culturais, como teatro. Adoro teatro e aqui em Uberlândia isto acontece uma vez a cada dois meses. O teatro municipal da cidade é lindo, projeto por Niemeyer, enorme... mas o que adianta se abriga tão poucas peças? E quando tem alguma peça, os ingressos somem. E por acaso hoje é aniversário de São Paulo, parabéns para vocês! Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!!! Olha, serei honesta e direi que o comum é o paulistano falar que é fantástico viver em São Paulo porque puxa, tantas opções, etc etc... e na realidade, aproveitar um décimo delas. Eu não fujo a essa triste regra. Tendo tv a cabo e netflix, vamos ao cinema uma vez por mês. Teatro costuma ser caro, (claro, tudo é questão de valor: mas hesitamos mais em pagar R$60,00 a entrada por cabeça, mais estacionamento, se não 70% de esperança de gostar bastante), então vamos uma vez a cada quatro ou seis meses. Há opções gratuitas e semi sim, e os SESCs por exemplo trazem coisas ótimas. Mas me sinto eternamente culpada por tudo que não faço enquanto vivo nessa metrópole, rs. PS: Nunca fui a Uberlândia: de MG, conheço Poços de Caldas, Belo Horizonte e Araxá.

      Excluir
    2. Belo Horizonte se assemelha muito a São Paulo. Araxá é cidade turística, mas também não há opções culturais. Uberlândia é cidade de negócios, os hotéis ficam lotados durante a semana e as pessoas perguntam o que fazer aqui quando chegam. Infelizmente respondemos: um barzinho ou uma boate, não há mais opções. Aos finais de semana os shoppings ficam lotados. Aqui também o pessoal usa muito Netflix, jogam vídeo game, mas o mineiro gosta mesmo é de ar livre, pessoas, percebo que o paulistano é mais fechado em casa. Aqui é comum ranchos, clubes, por falta de opção. A maioria dos uberlandenses vão para algum rancho em beira de represas, clubes ou viajam para Caldas Novas aos finais de semana. Eu que não gosto de nada disso, fico com os livros... Rssss

      Excluir