Books read

Leticia's books

To Kill a Mockingbird
The Catcher in the Rye
The Great Gatsby
Of Mice and Men
Animal Farm
One Hundred Years of Solitude
Lord of the Flies
Romeo and Juliet
Little Women
A Tale of Two Cities
Frankenstein
The Count of Monte Cristo
The Secret Life of Bees
The Memory Keeper's Daughter
The Joy Luck Club
The Da Vinci Code
The Kite Runner
The Shining
The Silence of the Lambs
The Bourne Identity


Leticia's favorite books »
Mostrando postagens com marcador bookcrossing. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador bookcrossing. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 7 de outubro de 2014

teaser Tuesday, temperinho da terça - María Dueñas, A melhor história está por vir



"Fazer aniversário quando você é velho, crianças, não é tão divertido como quando somos pequenos. Ninguém lhe dá presentes interessantes, só livros, discos, lenços e bobagens assim. Mas atingir certa idade tem seu lado positivo. Você perde algumas coisas pelo caminho, mas ganha outras também. Aprende a ver o mundo de outra maneira, por exemplo, e desenvolve sentimentos estranhos. Sentimentos como a compaixão. E a compaixão não é mais que querer ver os outros livres de sofrimento, independentemente do sofrimento anterior que eles nos possam ter causado. Sem cobrar nem olhar para trás."

quarta-feira, 23 de julho de 2014

www Wednesdays, QQQ Quartas



Should be Reading (fonte)

To play along, just answer the following three (3) questions…
• What are you currently reading?
• What did you recently finish reading?
• What do you think you’ll read next?


basicamente, seria um Q Quartas, três perguntas com Q:

o Que você acabou de terminar de ler?
o Que você está lendo atualmente?
o Que você acha que lerá em seguida?


Terminei The Beach Trees, da Karen White, que era um livro do bookcrossing, que eu peguei no Sofá café (R. Bianchi Bertoldi, travessa da rua dos Pinheiros e pertinho do trabalho, ponto de troca do Bookcrossing além de ponto de venda de fantástico bolo de caneca com nutella e espresso :P). Pra falar a verdade, achei bem ok. (cara de ‘meh’). A história é interessante, mas acho que os pontos fortes dela não foram desenvolvidos e a troca de pontos de vista, que aliás acabam sendo muito similares, não ajuda. Não gostei muito não.
Terminei Labor day, da Joyce Maynard, e acabei de descobrir que foi traduzido em português como Fim de verão, (como eu ia saber? a capa se relaciona com o filme, que por sua vez se chama Refém da paixão... ah tradutores...) , leiam!!! e aí foi ooooutra história. Adorei! Sofri um pouco, ri um pouco, acreditei nos personagens no decorrer de todo o livro. A Adele eu não consegui evitar de imaginar como a Kate Winslet, mas eu a acho uma atriz sensacional, então não tive problemas. Vale a pena.

Estou lendo Landline, da Rainbow Rowell, que eu amo muito, bem devagarinho pra não acabar.

Vou ler em seguida - essa é sempre a pergunta que eu não sei responder! às vezes eu até tenho um plano, mas gosto de ser surpreendida pelas minhas próprias vontades...

domingo, 15 de junho de 2014

Você conhece? e Walt Whitman

'Tropecei' no bookcrossing sexta, indo ao Sofá café, um café fofo na rua de trás de onde trabalho que tem duas estantes com livros que me chamaram, quer dizer, chamaram minha atenção. Aí acabei descobrindo que o lugar era um dos pontos do Book Crossing, que é um movimento que eu já conhecia mas que havia esquecido.
Resultado, amanhã deixo dois livros lá (o Era uma vez um segredo e o O homem que morreu rindo); no sebo aqui ao lado eles iam me render 10 reais e custar mais 10 porque certeza que eu ia querer comprar mais um livro, e achei a ideia muito bonitinha e agora, não tenho desculpas, porque é conveniente.
Basicamente, você se cadastra no site, cadastra o livro que quer deixar, e o 'liberta' por aí, mandando boas vibrações. Se você conhece algum dos pontos de troca, pode pegar outro e 'capturá-lo' e deixar o registro do trajeto no site também. Fácil, né?

Te deixo com "Onde meus livros vão", do Walt Whitman, como inspiração:

Todas as palavras que eu coleto,
e todas as palavras que eu escrevo,
devem espalhar suas asas incansavelmente,
e nunca descansar em voo,
Até que vão onde seu coração triste, triste está,
E cantem para você à noite,
Além de onde as águas estão se movendo,
na tempestade escura ou brilho estrelado."
(note que a versão é minha, consequentemente, tosca. Mas é tão lindo que é difícil estragar.)